About

Mandando bem!

Umas poucas dicas pra quem quer ser um dia chefe/líder/supervisor/encarregado...

Em vários pseudo práticos cursinhos de liderança se ensina sobre a postura do líder, sobre o que ele tem que falar pra se sair bem em pré-determinada ocasião, dão uma série de exemplos que alegram a plateia num freak show empolgante... Esse negócio pode até ter alguma valia em entretenimento, mas a funcional atitude do líder está no seu profundo conhecimento do ofício e sua facilidade em resolver os eventuais problemas corriqueiros do ramo que atua e isso só se aprende na prática.
Portanto é essa a nossa ordem natural, primeiro aprendemos a fazer (bem feito), depois aprendemos à mandar alguém fazer (bem mandado).
Corrigindo e complementando: Não se aprende ou ensina à mandar e nem é essa a função do líder, mas sim orientar! E como se ensina o trajeto? Conhecendo bem o caminho.
É o líder e não o Aurélio que define se a palavra funcionário deriva de função ou de funcional, ele assume seus erros aprendendo com eles, administra com coerência e sabedoria os naturais momentos de stress e nervosismo, encaminha benefícios aos funcionários com esforço e desempenho...

Ádo, aádo, cada um no seu m² !
Tive a oportunidade de, em uma empresa de silk que trabalhei, ter um chefe que não tinha a menor familiaridade no ramo, conquistou o cargo galanteando a dona da empresa, corajoso o fulano e engraçado o fato, porém é verdade...
Quando surgia um problema que nos obrigava à pausar a produção tínhamos que informá-lo, afinal era ele o Godfather, aí iniciava o parto (com fórceps)! Perdíamos 10 minutos explicando pro anti-herói o que estava acontecendo e mais 20 minutos explicando o que tinha que acontecer (Tinha momentos que chegava a ser cômico, rendia assunto pro resto do dia entre a peãozada)... Depois de tudo esclarecido num consenso, o pepino era descascado pra um alívio geral, e com satisfação o chefe podia informar pra patroa sobre "sua" eficiência no momento das resoluções dos problemas cotidiânus...
A classe subordinada ignorava o crédito injusto e deixava pra lá, afinal de contas se um dia ocasionasse da resolução não ser tão "resolucionante" ele é que teria que se responsabilizar, aí é que eu queria ver onde é que a boa lábia chegava...

Se acabou a "tinta branca" a coisa não pode ficar preta (sem preconceito): O serígrafo passa pro des-encarregado a lista de materiais que está em falta, explica sobre as marcas usadas, propriedades, volume da embalagem... Aí começou a chuva de dúvidas do avatar de chefe, na prática acaba a produção pausada, com o subalterno funcionário no telefone explicando ao vendedor confuso do outro lado da linha... Não queira isso na sua empresa...

Não adianta ficar gritando a ordem "puxa, puxa!" no cabo de guerra do dia a dia se o grupo oposto é mais forte lá do outro lado... O capitão sabe e ensina o jeito correto de puxar e ganhar, ou fica bem calado e não atrapalha.




Dúvidas todos temos, desde o dia que iniciamos no ramo até o dia de nos aposentarmos... Visão, conteúdo e experiência são as vacinas que dispomos contra o pior inimigo da empresa no momento que surgem os problemas, a perda de tempo. Esse é o prejuízo que à todos afeta, do baixo ao maior escalão...

Seja um chefe decente pelo menos pra que seu funcionário no futuro lembre-se de ti de modo positivo, e não só quando troca as fraldas do filho.

Nenhum comentário:

 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me