About

Como desenvolver uma boa estufa DIY para secagem de telas.

Para secar as suas telas emulsionadas/lavadas de maneira rápida e eficaz não é necessário muito investimento em equipamento, basicamente precisamos de um ambiente com circulação de ar quente.
Pode ser apenas um "armário" que disponha de prateleiras para colocar as telas horizontalmente.
Embaixo um equipamento que produza calor e vento, pode ser um aquecedor termoventilador, encontrado novo no mercado por cerca de 50 R$.
Eu pessoalmente utilizei o aquecedor retirado de uma secadora de roupas usada que comprei por 15 reais no bazar do Pequeno Cotolengo, tem a vantagem de ser apropriado para secagem rápida e também possui temporizador integrado. Sua eficácia se destaca porque é mais robusto , seu jato de ar é bem forte comparado ao termoventilador que é projetado apenas para aquecer ambientes...
Utilizando este sistema de secagem, dependendo das condições climáticas, uma tela emulsionada fica pronta pra ser revelada em cerca de 10 minutos.

Vai precisar de:
Uma estrutura para montagem...
Um armário reciclado ou mandado fazer, pode ser de madeira, metálico... Com uma porta para que não entre  iluminação nem poeira e um "respiro" na parte superior para sair a umidade.
O ideal é que seu espaço interno seja compatível com a largura das telas.
Prateleiras para dispor as telas...
Devem ficar na horizontal e com a parte emulsionada virada pra baixo.
Uma distancia mínima de uns 5 cm entre as telas para que o ar circule entre elas.

As prateleiras podem ser apenas umas canaletas na lateral interna da estufa, onde serão colocadas as telas, se forem inteiras terão que ser vazadas para permitir a circulação de ar.
Uma fonte de circulação de ar quente...
Não ultrapassar 50ºc para que não ocorra o endurecimento térmico da emulsão.
Deve ficar posicionada na parte de baixo da estufa.


Pra descontrair, ou apenas ilustrar a matéria, no Infográfico abaixo eu "tentei" mostrar como é simples de se construir uma "estufake"!
Obviamente ele não ajuda em nada, é apenas mais uma piada do Yarrru!



Boas estampadas!

Suporte para telas!

Se você estampa várias cores e não sabe onde colocar uma tela enquanto segura a outra, então você precisa de um suporte para colocá-las...
Nunca vi um para vender, pois imagino que seja pelo fato do negócio ser muito fácil de montar... O esquema segue de maneira simples abaixo.




Ele pode ser montado em madeira... Metal... Depende diretamente do material disponível e da habilidade manual de quem vai fazê-lo.


O suporte de tela é parecido com a estrutura de uma escada, com um diferencial... Onde os "degraus" ficam tanto na parte da frente, quanto dispostos de maneira oposta na parte traseira. Deixando um espaço sob medida onde serão encaixadas as telas...
O número destes "degraus" corresponde à quantidade de telas suportadas.

Após montada, esta estrutura pode ser fixada com parafusos na parede em algum local estratégico próximo aos berços...



Seja camarada e curta a Página do Yarru! Silk'n'Roll no Facebook
Receba atualizações de matérias sobre o vasto mundo da serigrafia.

Maneiras de reaproveitar uma camiseta já estampada

Certa ocasião numa roda de amigos um colega me perguntou como ele poderia apagar uma camiseta que já havia sido estampada...No caso ele ganhou algumas camisetas novas, porém com estampas promocionais que não tinha intenção de ostentar... Uns disseram que a estampa saia com álcool, outros opinaram que com querosene, gasolina...  Eu com uma certa experiência com o ramo opinei justamente o contrário, pois cada vez mais os fabricantes de tintas serigráficas tem investido tecnologicamente para que a aderência seja cada vez mais eficiente e justamente não saia mesmo se submetida à ações químicas diversas, abrasão ou atrito... A estampa só vai sair com álcool se for queimando.
 
Mas então surgiu a curiosidade em conseguir uma maneira eficaz de reaproveitar uma peça que já foi estampada.
 
Já consegui com perfeita eficácia retirar uma estampa de uma jaqueta de nylon, a estampa era aparentemente feita com tinta vinílica e esta sai com estopa e thinner... Saiu pois o substrato justamente tem dificuldade de aderência.
 
Estampas de pequena dimensão que foram recentemente aplicadas, no caso entenda este exemplo como uma camiseta que você acabou de estampar errado, podem ser retiradas com o uso da famosa pistola tira manchas. Eu já consegui salvar algumas vezes camisetas até com uso de lavadora de alta pressão
 
[zero toque.jpg]
O coringa mais prático é utilizar o um fundo branco que pode esconder uma estampa de menor dimensão, preferencialmente se a estampa original for feita com tinta clear, deste modo o fundo esconde uma estampa e ancora uma outra por cima

Na prática:
-Faz uma arte com fundo que cubra com o espaço estampado
-Coloca a camiseta  no berço ajustando a altura da estampa conforme o registro da nova tela
-Imprime o fundo com uns dois repiques
-Estampa o novo motivo
 
Neste caso deve ser usado bastante o bom senso e a imaginação na hora de criar a nova composição, para que a camiseta não fique com notória aparência de improviso, tipo um fundão branco quadrado em uma camiseta branca, seguido de uma estampa desproporcional ao fundo!
 
O inconveniente deste método é o excesso de base que deixará a estampa com toque bastante carregado...
"Parecendo um coletinho a prova de balas"... (Mais matérias Yarrru! sobre excesso de fundo aqui)
 Outra opção desesperada, dependendo da composição, por exemplo um avental de brim com estampa frontal, pode ter a mesma escondida por uma aplicação de um Patche ou um bolso...
 
O mais prático no entanto é reaproveitar a camiseta de uma outra maneira, se não quiser doar pra um desfavorecido utilize-a em forma de tecido...
Recortando em tiras vira panos de limpeza, em pedaços maiores vira tecido piloto de testes para novas estampas, mais fácil ainda é inteira, com a gola enfiada em um rodo de limpeza vira um perfeito pano de chão
 

Evitando Calotes

Nesta 180ª postagem do Yarrru! Silk'n'Roll vou falar um pouco sobre os caloteiros e como evitá-los
Quem aí tiver alguma história de calote que levou participe nos contando nos comentários.
Boas estampadas!

Em mercados como serigrafia, marcenaria, serralheria, etc... Há uma dúvida sobre se tratar de venda de "Produtos" ou de "serviços"... A parte tangível é o produto e a intangível o serviço, pensando deste modo creio que podem se encaixar nestas duas categorias.
Tem a venda do produto em si (Camiseta, Guarda Roupa, Portão...) mas esse é agregado à uma criação personalizada (Serviço), assim se você executar um serviço pra um cliente e este desistir da compra no decorrer da produção do mesmo, por ser algo individualmente personalizado dificilmente este produto poderá ser vendido pra outra pessoa
Se o cliente desiste do negócio, entregando ou não o produto, o prejuízo fica para a empresa, sabendo que as camisetas estampadas não poderão ser reaproveitadas qual a maneira mais eficiente de evitar este calote ou inadimplência?
Definição de calote:
Calote é não pagar uma dívida de forma intencional. Caloteiro é aquele que contrai dívida sem intenção de pagá-la.
Calote é Crime e pode gerar implicações legais!!!

A diferença entre calote e inadimplência é que o calote é executado de forma previamente intencional, enquanto o indivíduo que fica inadimplente pode tê-lo feito devido outros problemas como falta de planejamento financeiro ou outro fator externo que o impede de quitar com a dívida adquirida
Conforme vai aumentando o relacionamento o cliente ganha confiança e pode a vir a pedir o vulgar FIADO e dar um calote, neste caso como alerta o jargão popular, você perde o dinheiro e o cliente!
Para evitar esse aborrecimento o mais usual é utilizar do simples padrão 50x50
O cliente paga 50% do montante (sinal) no momento da solicitação do pedido e se compromete a pagar o restante (50%) na entrega
Neste caso é coerente que o cliente receba um contrato de execução de serviço ou um simples recibo que formalize o pedido e possa lhe permitir similar garantia. Assim como tem cliente caloteiro tem muito prestador de serviços com má fé também
Neste contrato de duas vias é bom conter além do valor recebido, detalhes do orçamento, do produto, preço, data, prazos, etc...
Também toda solicitação de alteração deve ser documentada, pode ser formalizada com o pedido de um simples email, portanto é bom salvá-los sempre
Lidar com pessoas é complicado e o que está no papel ou digitalizado formaliza tudo o que foi consensual durante a comunicação verbal, evitando aborrecimentos e discussões.

Mesmo o método 50%x50% não é 100% infalível, já vi casos onde encomendas com múltiplos pagantes, como formandos ou grupos informais, quererem fazer o restante do pagamento individualizado, ou seja cada um vai pegar sua cota acertando seu equivalente... É diversamente confuso e previsível que não vai dar certo... Se for entregar alguma parte, que não seja a metade, pois desse modo você anulou com o sinal
Outra situação é quando o cliente é quem te leva o material pra ser impresso, neste caso a cobrança do sinal pode a meu ver ser opcional, visto que o material a ser impresso só será entregue mediante o pagamento conforme acordo.
 Mais cuidados relevantes:
-Sempre emita nota fiscal. A falta deste documento te deixa sem nenhum amparo se tiver que acionar o comprador.
-Pagamento com Cartão. Parcelamento, Carência, sem entrada, com entrada... Todo o risco fica por conta da administradora do cartão, apesar do custo financeiro, esta atualmente é a mais segura forma de pagamento.
-Não venda. Se tem dúvida quanto ao caráter do cliente, ou se este mostrou maus hábitos em pagamentos anteriores.
-Respeite o Cliente. Mesmo que inadimplente, não faça ameaças ou fuja da formalidade
Segundo o Código de Defesa do Consumidor, no artigo 42, “Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça. 
-Negocie. Se já levou o calote e o cliente demonstra ter intenções apesar de não ter condições de cumprir com o pagamento acordado, tente facilitar a forma de pagamento, aumente o prazo ou outra solução que garanta vantagem pros dois lados
-Último caso. Empresas terceirizadas de cobrança podem lidar com o cliente inadimplente.



Seja camarada e curta a Página do Yarru! Silk'n'Roll no Facebook, receba atualizações de matérias sobre o vasto mundo da serigrafia.

 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me