About

Meio tom para silk

A pretensão deste pequeno guia é demonstrar como um serígrafo poderá adquirir imagens reticuladas sem a utilização de uma impressora Postscript.
Apesar de após "emular" via software, podermos dispor como saída até mesmo uma simples impressora inkjet, aconselho que evitem se possível usá-la para tal fim, trabalhar com fotolitos de primeira não é nem nunca será garantia de bons resultados, mas com certeza ajudam... Os resultados da impressão final dependem diretamente da arte final, dando preferência à uma impressora laser com mínimo 600dpi de resolução e como mídia um bom laser film, que possuirá estabilidade devida para um preciso encaixe de cores, serigrafemos qualquer imagem!!!

Como um pouco de teoria nunca abunda... (não pense besteira, se quiser fazer retícula manualmente tem que saber como ela funciona)

Meio tom é como chamamos a intensidade gradiente que forma imagens impressas, na tela serigráfica possibilita que uma única cor seja depositada no substrato de maneira que forme na imagem áreas mais, ou menos escuras. De perto vemos os "pontinhos" e a uma certa distância eles numa ilusão de ótica formam as sombras que compõem o desenho.


A combinação das 3 cores primárias (c+y+m) e mais o preto (k) para reforçar o contraste é o que tecnicamente chamamos de quadricromia (quatro cores)

O moiré (lê-se moarê) é um defeito no resultado da impressão de retículas de meio tom mais comumente ocorrido em policromia cymk. è o resultado da coincidência dos pontos da retícula com o alinhamento dos fios que formam o poliéster da matriz... As vezes até mesmo a textura do tecido impresso causa moiré. Este defeito dá um aspecto "zebrado" à impressão, evitamos-lo controlando a inclinação de retícula.




Para que imagens reticuladas não tenham moiré o mais comum é usarmos a angulação de 45º, deixando bem ao centro, na área onde não ocorrerá a coincidencia dos pontos.Esta inclinação serve para um tom só(monocromia) ou para duplo tom...

Em Quadricromia o mais comum é usarmos a seguinte sequência de inclinações... O Amarelo que possui menor contraste com o fundo e portanto não aparecerá muito o moiré, ficará no 0º, que é onde o defeito mais ocorre. O Preto que tem maior contraste vai para o centro (45º), o Magenta e o Cyan 30 graus acima (75º) e abaixo (15º) respectivamente.
Porém esta é uma variável que podemos controlar de acordo com a predominância destas tonalidades na composição de desenho a ser estampado.
Colocamos sempre a cor predominante, onde mais aparecerá o moiré, no centro (45º), as outras 30º acima e abaixo e o amarelo sempre nos 0º.
Ex:
Desenho com predominancia azul ou verde:C 45, M 75, K 15 e A 0.
Se a cor predominante for vermelho ou laranja: M 45, C 75, K 15 e A 0.

Na hexacromia (CMYKOG) o laranja fica nos 15º e o verde nos 75º. Pra quem não sabe hexacromia é o já conhecido cymk mais duas cores, laranja e verde. Um padrão de cores que permite formar praticamente todas as cores da escala cromática Pantone com cores mais vibrantes e maior fidelidade (90% da escala Pantone contra 50% da gama do cymk). É mais comum em impressões offset...

Também existem possibilidade de na serigrafia estamparmos mais dois canais depois da policromia, o branco brilho que reforça a luz. e o cinza neutro (clear+preto) que reforça as sombras do desenho, normalmente pode se usar o angulo de 25º para estes tons. Porém este método é pouco usado.

Em separações por processo Simulado, não haverá a formação das rosetas comuns do cymk, portanto as angulações são fixas em 25º em todas as cores que forem usadas.

O formato da retícula mais usado no silk é o elíptico (oval), este ponto é fisicamente comprovado como o mais eficaz na serigrafia, porém, eu pessoalmente gosto de usar o formato redondo, principalmente em pontos intencionalmente bem abertos (10,15 lpi), isso por achar as retículas redondas esteticamente mais agradáveis...

O Tamanho da retícula (lineadura) depende de resultado que desejemos obter na aparência da estampa, quanto menor a retícula maior a definição da imagem, mas isso depende também da distância que será observado o desenho...... Retículas acima de 150 lpi já não são facilmente identificadas pelo olho humano mesmo de perto, por isso são usadas em impressos de revistas, jornais... Retículas em Outdoors, que serão vistos apenas de longe podem ser bem abertas sem problema algum (10 lpi)... Na serigrafia em camisetas o tamanho de retícula mais usado é 45 lpi, pois a textura áspera do tecido impresso não suporta maiores detalhes...

O tamanho da retícula também depende  do tecido técnico (poliester) e da emulsão que suportará a revelação da matriz. Sobre a relação entre tecido e lineadura de retícula suportada é mais ou menos assim...
30 / 44 fios - 10 / 15 lpi
55 / 62 fios - 30 lpi
77 fios - 45 lpi
90 fios - 60 lpi
100 / 120 fios - 75 lpi
120 / 150 fios - 100lpi
180 / 200 fios - 150 lpi (!!!!!!)

Na prática:
Com a maioria dos softwares gráficos podemos criar retículas em imagens, para isso primeiramente elas devem estar com uma boa resolução... Devidamente com o contraste e tom equalizados... Limpas... e se acaso for mais de uma cor, separadas...

Utilizando o CorelDraw/Photopaint: Selecione a imagem rasterizada (convertida em bitmap) clique em "Bitmap-Modo-Preto e branco"... Selecione "Meio tom"... No tipo de tela selecione o formato do ponto... Tem opções de escolha do ângulo e da lineadura... A qualidade do resultado é mediana para monocromias mas péssimo para policromia. Outra opção no corel é ir em "Bitmap-transformação de cor-meio tom".

No Adobe Photoshop temos uma qualidade melhor no resultado e o método é igualmente simples...
Selecionado o canal a ser convertido (imagem em tons de cinza) clique em "imagem-modo-bitmap"...
Clique em ok... Na "tela de meio tom" escolha a frequência, o ângulo e a forma dos pontos... daí é só mandar pra impressora.
Com este programa podemos até mesmo criar artes para policromias com boa qualidade.

O que revolucionou com a nossa vida de serígrafo, tornandonos independentes das impressoras postscript com seus valores elevados foi o software GhostScript (Gsview), é um visualizador que lê o arquivo de extensão .ps e permite imprimí-lo em qualquer impressora comum. Seu uso é bem simples também...
Crie a imagem à ser impressa no Coreldraw, clique em imprimir, na caixa de diálogo da impressora selecione "arquivo postscript independente do dispositivo", em "postscript" escolha o tamanho de retícula desejada na "frequência de tela"... Também podemos manipular as cores cymk e hexacromáticas em "separações-imprimir separações"
Daí é só clicar em imprimir e salvar o arquivo no winchester...
Este arquivo poderá ser aberto no Gsview e facilmente impresso, possibilitando a saída de retículas de ótima qualidade para uma decente policromia... Boa sorte!

Curta a FanPage Yarrru! no Facebook



 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me