About

Serigrafia artística de meio tom (mais uma)!

Mais uma imagem monocromática aplicada serigraficamente em tecido de tonalidades claras, concordo que se trata de uma imagem bem simples de estampar, porém esta manteve bastante fidelidade da composição original.


No áudio o The Clash canta e toca Spanish Bombs... Em espanglês!

O gato, que sofre de astigmatismo, confundiu o mouse do micro com o Mickey Mouse e foi estampado utilizando o material básico de serigrafia têxtil.
Telas 40x50 cm com polyester 77 fios branco.
Arte final A3com 45 pontos por polegada.
Rodo chanfrado, duas puxadas sem repique.
Emulsão diazóica.

Algumas dicas pra retícula não estourar.
Berço sem forro macio, quanto mais plano maior a definição. Também deve estar limpo, as vezes ignoramos um "fiapo" de pano encima do berço que vai deixar sua lembrança na retícula estourada do desenho.
Rodo bem afiado, sem dentes, ou seja, o rodo do saudoso Tião Macalé.
A tinta deve estar devidamente diluída, sem sólidos no meio, se um chicletinho desses pega no rodo, vem marcando a estampa reticulada do começo até encima... Deixando o impresso... Hí! Nojento! Tchan!
Com a tinta bem fluída os pontos infiltram suficientemente no tecido sem pressão excessiva do rodo e sem necessidade de repique, estes excessos podem sobrecarregar o contraste da imagem de meio tom, matando o efeito de sombreamento do felino.

Three tone!

A intenção desta estampa da Bad Girl Chapeuzinho Vermelho foi diminuir o número de telas e facilitar o processo de estampagem sem perder muitos detalhes, como o desenho possui apenas três tonalidades o uso de uma policromia seria menos viável, neste caso usando as cores separadas pelo processo simulado temos a economia de uma tela em relação ao método cymk tradicional, agilizando a execução do desenho.
A estampa foi aplicada em camisetas de meia malha de cores claras, cinza, branca, nude... Não havendo nescessidade de base branca.

A sequência de cores geralmente aplicada é da mais clara pra mais escura, porém para que o acabamento sombreado do desenho ficasse avidente o laranja teve que ser estampado por ultimo, sobre o preto.

Na prática:
Matrizes com polyester 77 fios.
Retículas com 45 lpi ponto redondo, ângulo de 45º.
Tintas Base água mix super cobertura (vermelho e laranja) e clear (preto).
Aplicação sem repique, com cura intermediária entre camadas.

A separação das cores da arte final foi executada com o FastFilms no Photoshop, a reticulagem também é via software.



 
Ao som de The Knacks, Good girls don't... ...Again!


Serigrafando 1/4 de milhão!




A nossa lista de reprodução Serigrafando o Se7e está atualmente com 61 vídeos que se fossem assistidos sequencialmente teriam o total de 1h57min40sec de duração! 
Estes vídeos sempre fiz de maneira amadora, tentando usar uma linguagem própria do que é procurado na internet, isto é, vídeos de curta duração, compactos que vão direto ao ponto, sem muita enrolação e falação pois os detalhes mais aprofundados incluo aqui nos textos do blog...
Neles eu tentei demostrar quase tudo do que entendo de serigrafia, sempre com a intenção de compartilhar com quem tivesse interesse e isso valeu à pena... 
Hoje a lista conta com mais de 240 mil visualizações e ainda acredito que temos muito caminho pra trilhar...
Abraços e boas serigrafadas!

Quer perguntar? Então pergunte-me como?

Sintam-se à vontade pra postar suas dúvidas nos comentários. Porém, por favor não me mandem perguntas por e-mail, é um prazer responder as dúvidas do pessoal, e até mesmo para ficar sabendo sobre as maiores dificuldades que o pessoal iniciante tem, pra poder elaborar matérias sobre esta temática... Mas é interessante que elas sejam compartilhadas no Yarrru!, para que enriqueçam o conteúdo do blog. Portanto enfatizo, sinta-se à vontade pra postar suas dúvidas nos comentários... Além de também críticas, sugestões, dicas, respostas, links.. Etecéteretal
Antes de perguntar, verifique se de repente não há já no site conteúdo sobre isso, digite palavras chave no campo de busca "search" alí em cima...
Não sou professor, se foçe... Não escreveria "foçe" com cê-cedilha. Hehê! Portanto não conheço muitas coisas ainda, e tenho também dúvidas e limites.
Não presto serviços de serigrafia profissional, disponho apenas de um pequeno atellier, a localização é tão secreta quanto a bat-caverna.
Não sou consultor, se fosse (agora sim), cobraria por isso.
Não sou bonito! Garotas, parem de me mandar cantadas que eu sou casado! (Huahua!)
Contribua na divulgação do Yarru! Se achar uma postagem interessante compartilhe em suas redes sociais.

Boas serigrafadas!

Mandando bem!

Umas poucas dicas pra quem quer ser um dia chefe/líder/supervisor/encarregado...

Em vários pseudo práticos cursinhos de liderança se ensina sobre a postura do líder, sobre o que ele tem que falar pra se sair bem em pré-determinada ocasião, dão uma série de exemplos que alegram a plateia num freak show empolgante... Esse negócio pode até ter alguma valia em entretenimento, mas a funcional atitude do líder está no seu profundo conhecimento do ofício e sua facilidade em resolver os eventuais problemas corriqueiros do ramo que atua e isso só se aprende na prática.
Portanto é essa a nossa ordem natural, primeiro aprendemos a fazer (bem feito), depois aprendemos à mandar alguém fazer (bem mandado).
Corrigindo e complementando: Não se aprende ou ensina à mandar e nem é essa a função do líder, mas sim orientar! E como se ensina o trajeto? Conhecendo bem o caminho.
É o líder e não o Aurélio que define se a palavra funcionário deriva de função ou de funcional, ele assume seus erros aprendendo com eles, administra com coerência e sabedoria os naturais momentos de stress e nervosismo, encaminha benefícios aos funcionários com esforço e desempenho...

Ádo, aádo, cada um no seu m² !
Tive a oportunidade de, em uma empresa de silk que trabalhei, ter um chefe que não tinha a menor familiaridade no ramo, conquistou o cargo galanteando a dona da empresa, corajoso o fulano e engraçado o fato, porém é verdade...
Quando surgia um problema que nos obrigava à pausar a produção tínhamos que informá-lo, afinal era ele o Godfather, aí iniciava o parto (com fórceps)! Perdíamos 10 minutos explicando pro anti-herói o que estava acontecendo e mais 20 minutos explicando o que tinha que acontecer (Tinha momentos que chegava a ser cômico, rendia assunto pro resto do dia entre a peãozada)... Depois de tudo esclarecido num consenso, o pepino era descascado pra um alívio geral, e com satisfação o chefe podia informar pra patroa sobre "sua" eficiência no momento das resoluções dos problemas cotidiânus...
A classe subordinada ignorava o crédito injusto e deixava pra lá, afinal de contas se um dia ocasionasse da resolução não ser tão "resolucionante" ele é que teria que se responsabilizar, aí é que eu queria ver onde é que a boa lábia chegava...

Se acabou a "tinta branca" a coisa não pode ficar preta (sem preconceito): O serígrafo passa pro des-encarregado a lista de materiais que está em falta, explica sobre as marcas usadas, propriedades, volume da embalagem... Aí começou a chuva de dúvidas do avatar de chefe, na prática acaba a produção pausada, com o subalterno funcionário no telefone explicando ao vendedor confuso do outro lado da linha... Não queira isso na sua empresa...

Não adianta ficar gritando a ordem "puxa, puxa!" no cabo de guerra do dia a dia se o grupo oposto é mais forte lá do outro lado... O capitão sabe e ensina o jeito correto de puxar e ganhar, ou fica bem calado e não atrapalha.




Dúvidas todos temos, desde o dia que iniciamos no ramo até o dia de nos aposentarmos... Visão, conteúdo e experiência são as vacinas que dispomos contra o pior inimigo da empresa no momento que surgem os problemas, a perda de tempo. Esse é o prejuízo que à todos afeta, do baixo ao maior escalão...

Seja um chefe decente pelo menos pra que seu funcionário no futuro lembre-se de ti de modo positivo, e não só quando troca as fraldas do filho.

Poli-reticulas!

Esta serigrafada até que é bem simples, porém acreditem que me deu um certo trabalho em finalizá-la, algumas matrizes tiveram que ser gravadas e regravadas à toa até chegar a um resultado final satisfatório.
A diferença fundamental entre essa e outras estampas digamos "normais" foi o uso de reticulagem com proporções múltiplas na mesma chapa e também nas chapas entre sí. Misturando e criando um efeito novo, bem, pelo menos um efeito que eu ainda não havia visto em lugar algum.
Falando da idéia de colocar retículas maiores sobre menores, já fazia um certo tempo que eu queria esperimentar o uso deste artifício, mas não tinha a ousadia de arriscar perder meu tempo por um trabalho que não daria certo... Bem, aí está o resultado, e o teste foi aprovado!
É a serigrafia renovando-se pra mostrar pra alguns retrógrados pseudo moderninhos que ela não está nem nunca esteve com os dias contados, tem muito que caminhar ainda! O único limite é a criatividade que
aplicamos nela.


Na caixa SkaBrazuca, Tiricuticu tchá, tiricuticu tchá... Pra tentar descontrair essa cara de brabo do Steven Seagal.

Na prática:
-Serigrafia têxtil, em malha de algodão 30 fios.
-Imagem final manipulada via software (depois de alguns testes e tentativas), separada pelo plugin para PhotoShop FastFilms e reticulada com o GhostScript + CorelDraw. "Tudo originalzinho"... (glupt!)
-Telas com poliéster 77 fios.
-Chapas Branco/amarelo limão/azul e vermelho escarlate com 50 lpi de saída.
-Chapa preto misto com 15 lpi (rosto) e 50 lpi (resto).
-Inclinação de 45º em todas as cores.
-Tintas base água super cobertura, com repique.
-Emulsão Diazoica.

-Muito prazer, eu sou o Steven Seagal e hoje eu sou a cara da serigrafia!
Taí a cara do cara! Se alguém aí achou feio que vá tirar satisfação com o tal!
 Zoom na figura do figura, pontos maiores e menores sobrepostos, mas com a mesma angulação das linhas...
Grandão encima, pequeneninho embaixo... (Tipo esses caras fortões de anabolizante!)
 Efeito de sombreamento diferenciado e único, com um tom de "cinza" criado pelo fundo borbô do substrato, mais o branco e preto multireticulado da pintura.
O geral eu particularmente achei bem bonito (não tô falando do Seagal, pelamordedeus).

Monocromia Maquiada!

Todo mundo sabe o que acontece quando se passa o dedão na estampa pra ver se ela já está seca...
Dá pra maquiar o Mr Bean, realçar a sombrancelha, fazer um bigodinho do (Hitler) Dali,cavanhaque e olheiras...
Tomando uma heineken e comemorando os 100.000 acessos aqui no Yarrru!


 
No áudio The Knack, Good girls don't... But I do!

Na prática:
-Monocromia com 15lpi
-45º de inclinação da retícula
-Matriz com poliéster 77 fios
-Tinta base água
-Rodo chanfrado
-Dedão indicador

Quadradocromia!


Estas retículas exageradas, distantes do padrão que estamos habituados são atualmente as minhas preferidas... E tenho também reparado que na linha serigráfica de algumas marcas famosas o uso destas big retículas é usual e de excelente acabamento estético.
As vantagens são a maior facilidade de criá-las, por serem maiores fica menos complicado revelar a matriz, muito bom pro camarada que ainda não saiu do chapado e tem vontade de passar pra esse segundo passo na serigrafia...

Um aspecto visual que me agrada muito neste uso de retículas de tamanho maior é o duplo efeito da imagem, esta de perto é bem pouco detalhada, o destaque são os enormes pontos que tentam formar a imagem... Mas visualizado à uma distancia maior a imagem de meio tom fica tão perfeita quanto uma foto, alterando a percepção por nosso campo de visão, numa ilusão de ótica... Isso dá personalidade à estampa e chama a atenção do espectador pra este detalhe.

Na prática: este silk da cantora alemã Nina hagen!  foi reticulado artisticamente via software (neste caso com o CorelDraw), depois de baixada uma foto famosa dela da net, dei uma boa reamostrada/limpada/equalizada na imagem... Transformando-a também em meio tom (tons de cinza). Essa é uma etapa importante, pois se a foto baixada da net for direto pro papel não dispõe de resolução suficiente, esta deficiência reflete negativamente no resultado final...
Os pontos da retícula podem ser de formatos diversos, redondos, elípticos (ovais)... Transformando em imagem nomocromática no corel também temos as opções de linha/em crux/quadrado/fixo 4x4 e 8x8 etc... Disso pra uma imagem mega original pra serigrafar é só um pulo com a imaginação.
Escolhi uns pontos quadrados, com 0º de inclinação pra que ficassem alinhados horizontalmente... E com tamanho de 4 linhas por polegada, enormes... Mas, a imagem tinha um tamanho grandinho também, quase um A2.
O comando é simples... Depois da imagem pronta e selecionada vai em Bitmaps/modo/preto e branco (1bit)/meio tom... Conforme ilustrado abaixo. No pré-visualizador já vemos como ficará e fazemos as devidas modificações.

No momento de estampar, um MakeUp com as cores primárias concluiram a rudimentar "policromia"... Um irregular retângulo em cada olho (cyan e yellow) e um batonzin magenta.
O material usado foram telas com tecido de 77 fios, emulsão diazóica, rodo chanfrado, berço frio rígido (sem forro de espuma) e tintas clear para cromia. 

- lpi + tamanho: Um amigo confuso imaginou que as unidades usuais de retículas eram quanto maior, maior... Ledo engano, no nosso caso quanto maior, menor. LPI do inglês que dizer "Lines per inch", ou seja, Linhas por polegada... Imagine que numa policromia textil padrão usamos 45 lpi, tipo numa polegada (2,54cm), cabem 45 linhas de pontos de retículas... Se diminuimos o número de linhas automaticamente aumentamos o tamanho da retícula em sí... Capiche!
Boas estampadas!!!

Problema de impressão no Corel

Um problema que tive com o  CorelDraw X5 e que tenho certeza que muita gente que lida com este programa deve ter também!
O incômodo é o curioso fato de que quando criamos um vetor preto pra imprimir uma arte final, este acaba saindo no fotolito todo reticulado, parecendo que estava apenas 90% preto... E como não ficou devidamente chapado a nossa arte final fica consideravelmente piorada para sua utilização na gravação das telas... Caindo a qualidade do serviço...
A solução é simples... basta ativarmos a opção "presevar preto puro" na configuração de gerenciamento de cores. Conforme ilustrado no printscreem abaixo...

(D)efeito falhado...

As vezes quando não aplicamos a tinta corretamente na estampa, esta depois de umas lavagens começa à apresentar diversas rachaduras que estragam com o desenho... Isso é bastante conhecido, as vezes temido, facilmente evitado*, mas raramente simulado!!!
Mas foi isso mesmo que tentei simular no efeito abaixo, um rachado/falhado intencional pra dar um aspecto velho e displicente na estampa.
O design desta colorida "calavera de azúcar" foi feito e separado no photoshop, utilizando o famoso plugin fastfilms. Para ser aplicado em qualquer cor de tecido... Claros, escuros e até listrados...
As tintas utilizadas foram base água supercobertura nas cores: Branca, amarelo limão, vermelho vivo, azul "cyan", violeta e preto. Sem repique e com pré-cura intermediária.
As retículas foram tiradas com 45 lpi, ângulo fixo de 45 graus, reveladas em matriz com tecido técnico de 77 fios.


Simulado ao som de Devo... Mongoloid...


*Evitamos utilizando tinta de qualidade, sem diluição excessiva, e sem a cura exagerada entre camadas...
 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me