About

Meio tom para silk

A pretensão deste pequeno guia é demonstrar como um serígrafo poderá adquirir imagens reticuladas sem a utilização de uma impressora Postscript.
Apesar de após "emular" via software, podermos dispor como saída até mesmo uma simples impressora inkjet, aconselho que evitem se possível usá-la para tal fim, trabalhar com fotolitos de primeira não é nem nunca será garantia de bons resultados, mas com certeza ajudam... Os resultados da impressão final dependem diretamente da arte final, dando preferência à uma impressora laser com mínimo 600dpi de resolução e como mídia um bom laser film, que possuirá estabilidade devida para um preciso encaixe de cores, serigrafemos qualquer imagem!!!

Como um pouco de teoria nunca abunda... (não pense besteira, se quiser fazer retícula manualmente tem que saber como ela funciona)

Meio tom é como chamamos a intensidade gradiente que forma imagens impressas, na tela serigráfica possibilita que uma única cor seja depositada no substrato de maneira que forme na imagem áreas mais, ou menos escuras. De perto vemos os "pontinhos" e a uma certa distância eles numa ilusão de ótica formam as sombras que compõem o desenho.


A combinação das 3 cores primárias (c+y+m) e mais o preto (k) para reforçar o contraste é o que tecnicamente chamamos de quadricromia (quatro cores)

O moiré (lê-se moarê) é um defeito no resultado da impressão de retículas de meio tom mais comumente ocorrido em policromia cymk. è o resultado da coincidência dos pontos da retícula com o alinhamento dos fios que formam o poliéster da matriz... As vezes até mesmo a textura do tecido impresso causa moiré. Este defeito dá um aspecto "zebrado" à impressão, evitamos-lo controlando a inclinação de retícula.




Para que imagens reticuladas não tenham moiré o mais comum é usarmos a angulação de 45º, deixando bem ao centro, na área onde não ocorrerá a coincidencia dos pontos.Esta inclinação serve para um tom só(monocromia) ou para duplo tom...

Em Quadricromia o mais comum é usarmos a seguinte sequência de inclinações... O Amarelo que possui menor contraste com o fundo e portanto não aparecerá muito o moiré, ficará no 0º, que é onde o defeito mais ocorre. O Preto que tem maior contraste vai para o centro (45º), o Magenta e o Cyan 30 graus acima (75º) e abaixo (15º) respectivamente.
Porém esta é uma variável que podemos controlar de acordo com a predominância destas tonalidades na composição de desenho a ser estampado.
Colocamos sempre a cor predominante, onde mais aparecerá o moiré, no centro (45º), as outras 30º acima e abaixo e o amarelo sempre nos 0º.
Ex:
Desenho com predominancia azul ou verde:C 45, M 75, K 15 e A 0.
Se a cor predominante for vermelho ou laranja: M 45, C 75, K 15 e A 0.

Na hexacromia (CMYKOG) o laranja fica nos 15º e o verde nos 75º. Pra quem não sabe hexacromia é o já conhecido cymk mais duas cores, laranja e verde. Um padrão de cores que permite formar praticamente todas as cores da escala cromática Pantone com cores mais vibrantes e maior fidelidade (90% da escala Pantone contra 50% da gama do cymk). É mais comum em impressões offset...

Também existem possibilidade de na serigrafia estamparmos mais dois canais depois da policromia, o branco brilho que reforça a luz. e o cinza neutro (clear+preto) que reforça as sombras do desenho, normalmente pode se usar o angulo de 25º para estes tons. Porém este método é pouco usado.

Em separações por processo Simulado, não haverá a formação das rosetas comuns do cymk, portanto as angulações são fixas em 25º em todas as cores que forem usadas.

O formato da retícula mais usado no silk é o elíptico (oval), este ponto é fisicamente comprovado como o mais eficaz na serigrafia, porém, eu pessoalmente gosto de usar o formato redondo, principalmente em pontos intencionalmente bem abertos (10,15 lpi), isso por achar as retículas redondas esteticamente mais agradáveis...

O Tamanho da retícula (lineadura) depende de resultado que desejemos obter na aparência da estampa, quanto menor a retícula maior a definição da imagem, mas isso depende também da distância que será observado o desenho...... Retículas acima de 150 lpi já não são facilmente identificadas pelo olho humano mesmo de perto, por isso são usadas em impressos de revistas, jornais... Retículas em Outdoors, que serão vistos apenas de longe podem ser bem abertas sem problema algum (10 lpi)... Na serigrafia em camisetas o tamanho de retícula mais usado é 45 lpi, pois a textura áspera do tecido impresso não suporta maiores detalhes...

O tamanho da retícula também depende  do tecido técnico (poliester) e da emulsão que suportará a revelação da matriz. Sobre a relação entre tecido e lineadura de retícula suportada é mais ou menos assim...
30 / 44 fios - 10 / 15 lpi
55 / 62 fios - 30 lpi
77 fios - 45 lpi
90 fios - 60 lpi
100 / 120 fios - 75 lpi
120 / 150 fios - 100lpi
180 / 200 fios - 150 lpi (!!!!!!)

Na prática:
Com a maioria dos softwares gráficos podemos criar retículas em imagens, para isso primeiramente elas devem estar com uma boa resolução... Devidamente com o contraste e tom equalizados... Limpas... e se acaso for mais de uma cor, separadas...

Utilizando o CorelDraw/Photopaint: Selecione a imagem rasterizada (convertida em bitmap) clique em "Bitmap-Modo-Preto e branco"... Selecione "Meio tom"... No tipo de tela selecione o formato do ponto... Tem opções de escolha do ângulo e da lineadura... A qualidade do resultado é mediana para monocromias mas péssimo para policromia. Outra opção no corel é ir em "Bitmap-transformação de cor-meio tom".

No Adobe Photoshop temos uma qualidade melhor no resultado e o método é igualmente simples...
Selecionado o canal a ser convertido (imagem em tons de cinza) clique em "imagem-modo-bitmap"...
Clique em ok... Na "tela de meio tom" escolha a frequência, o ângulo e a forma dos pontos... daí é só mandar pra impressora.
Com este programa podemos até mesmo criar artes para policromias com boa qualidade.

O que revolucionou com a nossa vida de serígrafo, tornandonos independentes das impressoras postscript com seus valores elevados foi o software GhostScript (Gsview), é um visualizador que lê o arquivo de extensão .ps e permite imprimí-lo em qualquer impressora comum. Seu uso é bem simples também...
Crie a imagem à ser impressa no Coreldraw, clique em imprimir, na caixa de diálogo da impressora selecione "arquivo postscript independente do dispositivo", em "postscript" escolha o tamanho de retícula desejada na "frequência de tela"... Também podemos manipular as cores cymk e hexacromáticas em "separações-imprimir separações"
Daí é só clicar em imprimir e salvar o arquivo no winchester...
Este arquivo poderá ser aberto no Gsview e facilmente impresso, possibilitando a saída de retículas de ótima qualidade para uma decente policromia... Boa sorte!

Curta a FanPage Yarrru! no Facebook



22 comentários:

Anônimo disse...

Num intindi o qui ele falo, heheheh, to zuando muito bom o tópico.

Úrsula disse...

Deu até vontade de tentar revelar retícula depois desse post! Qualquer hora eu vou experimentar...

Anônimo disse...

D+!

Agora me diz uma coisa! qual a resolução de imagem 300?

Emilio disse...

Mt bom o post!
Mas tenho uma duvida quanto à impressão das reticulas. Faço todo o processo que vc passou e q já tinha visto em outros lugares, mas quando mando imprimir os positivos para teste alguns ficam bem claros, me passando a idéia que não serão gravados por terem pouca opacidade. Espero que possa me ajudar, valew.

Anônimo disse...

boas! sempre fiz policromia, mas aprendi que o yelow tinha de ser 90°, mas agora vou fazer no 0° pra ver como fica... não é possivel que estou fazendo errado a vida inteira, dá vontade de chorar, de chorar a mão na cara de quem me ensinou fazer com 90°, mas vamos ao teste, depois eu te falo... obrigado irmão, ótimo post.

Me disse...

Bem, na realidade 0º e 90º pro amarelo dá na mesma, imagine que as linhas na vertical estão em zero graus... As da horizontal estão em 90... Mesmo assim não é regra... Abraços guri!

wendel morais disse...

Nunca vi ninguém fazer um trabalho tão bom. Gostaria que você me ajudasse a configurar uma imagem igual a do Salvador Dali.
Gostaria de saber qual software vc usou e o caminho para configurara esta imagem.
desde já agradeço.
Wendel@e-boticario.com.br

Anônimo disse...

PRAZER ESTÁ INTERAGINDO CONTIGO, SOU FÃ DO TEU TRABALHO E UM FIEL SEGUIDOR. AGORA ME TIRE UMA DÚVIDA:
QUE PAPEL USAR NESSA IMPRESSÃO PARA ARTE FINAL GSVIEW? ESTÁ IMPRESSORA É JATO D TINTA?

Me disse...

A impressora pode ser qualquer uma depois de emuladas as retículas...
preferencialmente utilize pra silk impressora laser com bom tonner em papel laser film... vegetal e transparência também dá, no caso do vegetal só use se não for ter encaixe de cores... jato de tinta (em transparencia) perde bastante a qualidade final da estampa...

ee.infirmatica disse...

ola pessoal sou novato aki,
sera que alguem de voces poderiam tirar alguma duvida sobre serigrafia.
primeiramente queria saber se alguem tem uma tabela de mistura de cores do tipo que tenha as porcentagens para cada mistura?

Diego disse...

ME AJUDEMMMMM !!!!!!!

Estou com dificuldades para revelar telas de cromia... quando vou tirar a emulsão às vezes sai de de mais e as vezes de menos... rss.. SÉRIO estou com muitas dificuldades, gostaria de saber qual melhor emulsão? melhor nylon? minha lãmpada de gravação é um de 500W ... Por favor me ajudem fico no aguardo de uma ajuda DESDE JÁ MUITO OBRIGADO

samuel disse...

MUUUITO BOM !!!


eu queria saber mais sobre tricromia.

Dayane disse...

Olá, gostei muito do post.
Mas continuo com dúvidas, trabalho em uma gráfica pequena, e normalmente as chapas são gravadas apartir do papel vegetal,então usa-se muito a retícula. Já usei a opção de criar as reticulas pelo photoshop, mas não obtive bons resultados, a reticula ficou um pouco estourada, preciso que fique mais suave. Me disseram que é possível imprimir reticulas apenas mudando as configurações de impressora, sem mudar a imagem. Tu sabe como?
Atenciosamente
Dayane

EDUARDO disse...

OLÁ CARA QUE BLOG EXCELENTE!
PARABÉNS.
GOSTARIA QUE VC ME TIRASSE DUVIDAS:
QUE PROCESSO DE PINTURA LEVA NAS ESTAMPAS DA C&A,QUE TINTA É USADA
SERÁ UM TZ DILUIDO,OU PARTE DA ARTE
UM DESGASTE DE CORES PARA FICAR BEM LEVE.
E SE EU RETICULAR A IMAGEM E EM SEGUIDA IMPRIMIR NO PHOTOSHOP
(PROCESSO SEM POT SCRIPT) FICA MELHOR QUE NO GHOST SCRIPT??

jenner disse...

Olá Amigo, achei muito proveitoso o post, mais gostaria de saber como faço para fazer as 04 cores basicas no corel x5, por ex. pego uma foto e quero imprimir as 04 cores basicas em uma impressora HP 8000 para revelar em um nylon 77 fios, ja baixei o software GhostScript, mais não entendi como usa-lo, por favor me ajude sou novo aqui e se possivel me ajude, teria como fazer um exemplo remoto tipo vc entrando em meu pc por algum programa para vc fazer e eu ficar vendo como se faz?
Certo que serei atendido
Atenciosamente
Jenner

jenner disse...

Boa Noite
Amigo quando voce fala (é um visualizador que lê o arquivo de extensão .ps e permite imprimí-lo em qualquer impressora comum. Seu uso é bem simples também...), tenho uma HP 8000 e não consigo ter essa opção de postscript.
Atenciosamente
Jenner

Ciro disse...

Parabéns pelo seu Blog e por compartilhar tantas informações valiosas.
Gostaria de um esclarecimento: para trabalhar com retículas usando qualquer impressora, deve-se usar o GhostScript ou o Gsview?
Eu realmente não conheço os softwares e não entendi qual deles deve ser usado.
Muito grato pela ajuda

INÁCIO NEHMY disse...

Muito bom tópico!Gostaria de saber de uma impressora a lazer boa para esse tipo de serviço.

Anônimo disse...

Bom dia!
Sou um admirador do seu trabalho e recentemente montei uma estamparia e fiz um cursinho na união estamparia e o restante estou tendo que quebrar a cara para aprender mesmo. tenho aprendido muito com seu blog e estudando bários tipos de materiais colhidos na net, entretanto tenho uma esperiencia em criaçao de pdf para impressão em offset. Gostaria de saber se com o adobe acrobat e page maker dá para imprimir a separaçao de cores já reticuladas. tentei mais não ficaram reticuladas para conseguir revelar as matrises.
Peço tua ajuda ou até mesmo uma oportunidade de entrar em contato para aulas com voce.
Sou da região dos lagos no rio de janeiro e se precisar posso viajar para adquirir um pouco dos seu conhecimentos. O curso da união estamparia só serviu para impressão de cores separadas e não para quadricromia.
alexsandroos@yahoo.com.br

Anônimo disse...

to com dividas sobbre o lpi e uso uma resolucao de 300dpi as reticulas fica muito fimas pos pra um nilyon de90 seria de 45 lpi mas ma oq é lpi
gostaria de um ex

Yarru! disse...

Emilio: Uso reforçador de tonner

Dayane: Use laser film que é melhor, mais estável, tente o ghost script que tem retículas menos estouradas que o PhotoShop, ou então a melhor opção, uma impressora com post script integrado.

ee.infirmatica: neste blog mesmo tem, é só por na busca

Jenner: procure nos marcadores Corel+ que tem sobre isso. a impressora tem que ser postscript ou tem que emular via ghostscript.(farei um post)

Ciro: Sim! Idem, farei um post

Inácio: Uma monocromática laser, a melhor que seu dinheiro puder comprar, de preferencia PS.

Alexsandros: Retícula como dito no texto só com postscript, na impressora ou entãoi emulado.









CONFECÇÃO&ESTAMPARIA disse...

ARMANDO VOCE TEM O TUTORIAL
SIMULADO VIA SEPARATION STUDIO

DESDE JA AGRADEÇO
E LOGIOS SEUS OTIMOS TRABALHOS

PARABENS!

 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me