About

O Brilho está aí!

Estampas com brilho para camisetas e outros têxteis podem ser obtidas facilmente com tintas específicas tanto na linha base água mesmo, quanto utilizando a tinta Plastisol.
Falando um pouco sobre esses dois distintos tipos de tintas podemos destacar vários diferenciais...
Durante muito tempo se ouve falar de uma certa disputa entre essas duas tintas, e vários profissionais da área da estamparia tentam defender a permanência futura de apenas uma ou outra delas... Na boa realidade cada uma tem sua característica e suas vantagens e desvantagens... Atualmente o que é mais coerente é a afirmação de que elas vão durante muito tempo coexistir pacificamente.. hehe!

Vantagens e desvantagens resumidas e generalizadas...
A tinta base água com o nome já indica utiliza o H2O como solvente, cerca de 80% do conteúdo de um pote de tinta é agua que será evaporada na cura, o resto que fica na "peita" é pigmento e fixador (resina acrílica, pigmentos inorgânicos,cargas minerais e aditivos).
Seca ao ar, dá cura ao toque rapidamente e a total em 72 horas. Também podem ser acelerada em estufa por três minutos a 150ºC. Se descuidar entope a tela.
O plastisol possui cerca de 90% de carga sólida não volátil, proporcionando grande rendimento da tinta.  Não seca ao ar, para sua cura precisa de uma boa fonte de calor...
Estampa com plastisol realmente exige conhecimentos e investimentos maiores, pra se fazer artesanalmente umas poucas peças podemos usar o soprador térmico mesmo, é o que faço, porém para escala maior será obrigatório um flash cure para as curas intermediarias e uma boa estufa polimerizadora para a cura final...
Os acabamentos desta tinta são bem amplos e variados, podem ser brilhantes, foscos,  gel, texturizados, etc... ficam bem bonitos (se forem feitos por profissional capacitado).

E o brilho?
Água:
Metalizada: Propicia um acabamento metálico brilhante, pode ser adquirida nos tons Prata e Ouro. O Ouro adicionado de um pouco de preto se transforma numa ótima tonalidade "ouro velho"... Também é disponível na forma incolor, que pode ser acrescentada com até 5% de pigmento para tinta serigráfica comum, podendo formar uma ampla gama de cores metálicas. Com repique apresenta uma ótima cobertura, portanto pode ser estampada em tecidos claros e escuros (e até em papel, já usei e ficou show!)...
Devido a sua consistência espessa, pode entupir na tela com certa facilidade... Para evitar isso o técnico serígrafo pode adicionar retardador gel... E tecido técnico entre 40 e 77 fios (no máximo).

Tinta Foil
: Dá um acabamento bem mais brilhante que a metalizada... Pois possui na sua composição partículas metálicas de foil bem brilhantes. vem pronta para o uso, nas cores preta, prata e ouro... A preta pode ser utilizada "in natura" ou adicionada de pigmento comum preto, que reforça seu tom para estampar em tecidos claros. A prata também pode ser pigmentada com o tom que desejar, desde que seja respeitada o limite habitual de pigmento.
Sobre o fabricante desta tinta... Só conheci a Imagine Color (merchandising free), e ela apresenta um valor um pouco elevado.. Cerca de 45 reais o litro (em Nov/2009).
Pode ser aplicada em tecidos claros, escuros, algodão, mistos e também em papel... Usar tecido técnico entre 32 e 77 fios no máximo.

Glitter: Pode-se também colocar glitter nas tintas ou em pastas especificas para sua aplicação... Os modos mais comuns são o direto... Onde o glitter é adicionado na cola apropriada, com a tolerância máxima recomendada pelos fabricantes de cerca de 20% de glitter em relação à cola. Então se estampa diretamente sobre o tecido, preferencialmente sem utilizar fundo.
O segundo modo é a estampagem da cola pura (com uns 2 ou 3 repiques) e a posterior "chuva de glitter" reforçando a fixação com prensa térmica (ou com o modo caseiro com o ferro de passar da mamãe, protegendo a estampa com a parte lisa de liner onde vem os vinis adesivos)
A "chuva" pode ser dada com a mesma matriz, após estampada a cola, com a tela limpa e seca, colocamos o glitter na tela e vamos passando com o auxilio do rodo sobre as estampas como se fosse tinta mesmo...
O glitter pode também ser adicionado em pequena quantidade em tintas comuns metalizadas ou em plastisol gel... Dando um efeito "discreto" na tinta...
Estampar com um poliéster bem aberto (24 ou 32 fios) para permitir a passagem do produto, fica bem interessante...

Película de foil : Primeiramente é estampado o desenho usando uma cola específica para foil, que é disposta tanto na linha base água como plastisol, depois é aplicado o foil por termo transferência... Novamente podemos utilizar o modo correto, com prensa térmica apropriada... Ou o modo caseiro artesanal com o ferro da mamãe em temperatura média pra não derreter com tudo.
O foil permite variada diversidade de aplicações, pode-se aplicar mais de uma cor... Amassar ou raspar o foil para dar um efeito falhado... E também usar restos da película para fazer o efeito Foil Batido...
Após estampar a composição com uma tinta plastisol gel brilhante, o serígrafo vem esquentando a estampa, com um soprador térmico mesmo e literalmente batendo com o foil sobre a estampa vai ornamentando o desenho... É um modo artesanal que obviamente não seguirá uma padronização.

Tintas fluorescentes: Aquelas brilhantes bem "cheguei" mesmo...Hehe! Ícones populares que enfeitaram algumas criações nada discretas da moda na década de 80 ressuscitaram num revival na cena cult da moda atual... São as ácidas cores "amarelo limão", "verde fluor", "rosa maravilha", "lilás"... Estão disponibilizadas pela absoluta maioria dos fabricantes de tintas serigráficas, na forma clear ou mix, base água ou plastisol... A aplicação não requer nenhum conhecimento técnico diferenciado em relação às outras estampas "normais".
O que dita qual tinta vai ou não vai ser usada hoje e no futuro é teoricamente a moda... Mas não leve isso muito à sério pois a moda é tão volátil quanto a tinta base água. Muito do que antigamente foi moda, caiu em desuso e voltou... O que hoje é lindo e desejado amanhã pode ser julgado como ridículo pelos mesmos críticos que ditam as vertentes da indústria do vestuário... O que é inegável é que sempre nesta moda vai ter espaço para as estampas... E nas estampas ambas as tintas podem ser usadas com ampla criatividade e competência, isoladas ou até combinadas. Hoje os fabricantes disponibilizam confiantes produtos de indiscutível qualidade que nos permite uma tão grande gama de efeitos visuais só limitada pela nossa exercitada criatividade...
Stay free!

3 comentários:

B.Kool disse...

fale td bom... vi teu blog e po so muito fan das informaçoes q c passa... entao queria saber se vc poderia me dizer algumas dicas de qual a melhor forma pra serigrafar estiquetas para roupas tipo em rolo..... valeu!

Huanderson Hermiliane disse...

Gostaria de saber como faço para conseguir comprar a tinta foil?

Me disse...

O Fabricante da tinta que usei é a Imagine color, custa caro!
Acho que agenesis fabrica também!
Aqui em Curitiba encontro no Tintão!

 

Home | About Me | YouTubeChannel-1| YouTubeChannel-2 | EZine-Impregnantes | MySpaceTheCO2 | Twitter | Orkut | Facebook

Yarrru! Silk'n'roll © Design by Yarru | Publisher : Me